Projeto do Instituto Federal auxiliará cafeicultores da região

Projeto do Instituto Federal auxiliará cafeicultores da região

Iniciativa do campus sanjoanense envolverá cerca de 120 pequenos produtores rurais de Caconde, São Sebastião da Grama e Divinolândia   Uma iniciativa do campus São João da Boa Vista do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) irá ajudar os produtores rurais da região a obterem uma maior rentabilidade na cafeicultura.

Iniciativa do campus sanjoanense envolverá cerca de 120 pequenos produtores rurais de Caconde, São Sebastião da Grama e Divinolândia

 

Uma iniciativa do campus São João da Boa Vista do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) irá ajudar os produtores rurais da região a obterem uma maior rentabilidade na cafeicultura. Sob a coordenação do professor dr. Gilson Rogério Marcomini, o projeto de extensão “Diagnóstico e Análises para obtenção de melhorias na qualidade do café de produtores nas cidades de Caconde, São Sebastião da Grama e Divinolândia – SP” auxiliará 120 agricultores nos aspectos de melhoria da qualidade do produto.

De acordo com a instituição de ensino, este trabalho pretende diagnosticar como os processos de produção do café são desenvolvidos por cerca de 120 pequenos produtores rurais, a fim de avaliar atitudes que possibilitem a obtenção de grãos de qualidade, gerando melhores rendas e promovendo maior lucratividade para esses agricultores. Além disso, a proposta visa o estímulo à atividade agrícola, como também a melhoria dos aspectos de produção, qualidade e gestão.

O IFSP ainda ressalta que esta iniciativa também objetiva promover ações para que eles possam melhorar a produção de cafés especiais, adotando estratégias mercadológicas e de processos de produção, vinculados às etapas produtivas, como forma de que possam agregar valor aos grãos.

 

Proposta visa ajudar agricultores na melhoria da produção de café

 

O campus sanjoanense do Instituto Federal estruturou este projeto de extensão após tomar conhecimento das demandas dos cafeicultores por meio do Sebrae-SP. O escritório regional de São João da Boa Vista mantém contato direto com os produtores, atendendo-os no tocante a gestão da propriedade. Diante das necessidades dos agricultores, a unidade trouxe essa ação para que o IFSP seja parceiro e contribua para a melhoria da qualidade dos grãos. “Importante destacar que esses produtores estão vinculados à Associação de Produtores de Café, à Cooperativa de Produtores de Café e ao Sindicato Rural de Produtores, os quais podem ser disseminadores da ação para outros produtores vinculados à essas organizações”, comentou Marcomini.

O professor frisa que esses produtores estão localizados em uma importante região produtora de café no Estado de São Paulo e desejam que o seu produto seja reconhecido pelo mercado. Para isso, o primeiro passo é a participação deles em concursos de qualidade de café, os quais são promovidos pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA), em conjunto com a Câmara Setorial do Café e outras instituições vinculados à cafeicultura no Brasil. “Para isso, os processos de melhoria da qualidade do café deverão ser realizados de acordo com as normas e procedimentos para a  participação em concursos de café, e esse projeto também atenderá a esses requisitos, orientando os produtores sobre cada procedimento necessário para que eles tenham seu café participando e sendo premiados nesses concursos”, afirmou o coordenador.

Posts Carousel

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com um * são obrigatórios

Latest Posts

Top Authors

Most Commented

Featured Videos