Águas da Prata lança projeto para conservar microbacia

Águas da Prata lança projeto para conservar microbacia

A Prefeitura de Águas da Prata está participando da implantação de uma nova iniciativa voltada para conservação das nascentes. Trata-se do Projeto Conservador Rainha da Águas, lançado no dia 14 de fevereiro na Fazenda São Vicente. Inspirada em um trabalho já realizado com sucesso no município de Extrema, em Minas Gerais, esta ação é desenvolvida

Preservação das nascentes: Iniciativa contará com o plantio de mudas (Divulgação/Prefeitura de Águas da Prata)

A Prefeitura de Águas da Prata está participando da implantação de uma nova iniciativa voltada para conservação das nascentes. Trata-se do Projeto Conservador Rainha da Águas, lançado no dia 14 de fevereiro na Fazenda São Vicente.

Inspirada em um trabalho já realizado com sucesso no município de Extrema, em Minas Gerais, esta ação é desenvolvida em parceria com a The Nature Conservancy (TNC), uma organização internacional, sem fins lucrativos, líder na conservação da biodiversidade e do meio ambiente.

O lançamento do projeto contou com a presença do prefeito Carlos Henrique Dezena e do secretário de Meio Ambiente, Marcos Santos. Na ocasião também esteve presente o secretário de Meio Ambiente de Extrema, Paulo Henrique Pereira, o qual pontuou alguns aspectos do projeto implantado na cidade mineira.

 

Microbacia

A primeira intervenção do Projeto Conservador Rainha da Águas está prevista para acontecer na microbacia do Rio da Prata, importante fonte de abastecimento público. Conforme apurado, diversas ações estão programadas. Na primeira etapa serão contatados os produtores rurais da região que tenham interesse em participar.

Assim que estiverem definidas as áreas, a próxima etapa é o plantio de mudas, as quais serão monitoradas por um período de dois anos. Paralelamente a esse acompanhamento, o projeto deve buscar parcerias com empresas para o financiamento do trabalho.

 

Pioneirismo

Águas da Prata é a primeira cidade do Estado de São Paulo a promover esta conservação das nascentes, seguindo os passos de Extrema (MG) que foi o primeiro município do Brasil a adotar este projeto. “Estamos no caminho certo e já tendo como modelo o trabalho de sucesso que é realizado em Extrema. Estamos muito empolgados”, afirmou Marcos Santos.

Posts Carousel

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com um * são obrigatórios

Latest Posts

Top Authors

Most Commented

Featured Videos